segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Paravocê

Para você
criei o espaço
da música e da leitura
um canto de luz
e suavidade

e deixei a espera
guardando o portal
com o selo do Dharma.


então

sente-se em padmásana
e cante o mantra

OM VAJRASAMBHAVA SIDDHI HUNG.

e medite. sempre.
Buda Vajrasambhava.

4 comentários:

donaflor disse...

escrevi
um mezzo poema pra você
e o perdi
mas lembrando algumas partes
dizia que
eu fiz um teste
desses que a gente faz quando está se sentindo
desarvorada,desviada,estraviada,sozinha..
deu que você é minha estrela-guia
claro que pensei-é uma quimera
mas meu coração escolhe
me agarrar na sua cauda de dragão
escalar seu torso de cabra
e me abrasar na sua fala de fogo

livrariasimoes disse...

chérie,

eu e a Nina
fugimos pela estrada,sem luar,
passamos pelas festas,pelas frestas
e,bem perto,fizemos a volta,
( é sempre assim,a praia à vista
e o medo...de chegar?
Que merda!Que enfado!Que cagaço!
E nós ( a Nina e eu)a navegar num poço
sonhando em ultrapassar oceanos...

graça disse...

a Nina não aguenta mais tanta carência
e eu tampouco encaro o sol sem ti
se queres que me arrisque além das sombras
é bom que me transfiras teu fulgor

O vale em que me encontro é tão profundo
minha garganta queima,quer gritar
mas minha hesitação deve-se à pena
de não poder vencer tanto "senhor"

Eu sou singela,clara,colombina
mas também sei,do amor,tecer mentiras
e embora,em sonhos ,queira ser princesa
acordo sempre mera camponesa.

E então tomemos nossos lírios d'água
façamos deles chávenas de luz
e vamos,pouco a pouco,acrescentado
o sol,a lua.o lis e o jasmim

Joyce Cesar Pires Pires disse...

Musiquei... estão no youtube. Bjs.